Quais são as opções de investimentos além da poupança, e os seus prós e contras

Brasileiro está acostumado com a poupança...Conheça outros investimentos e suas principais vantagens e desvantagens.

04/04/2019

Sete a cada dez brasileiros priorizam a poupança na hora de guardar aquele dinheiro que sobra no final do mês. A falta de conhecimento e a falsa noção da alta complexidade de gerir recursos estão entre os principais motivos de pessoas optarem pela poupança quando há uma série de classes — de baixo a alto risco — que trazem uma possibilidade de retorno muito maior. Aqui na Garín nós lidamos com diversas outras classes de investimento que podem agradar perfis conservadores ou mais arrojados.

O levantamento feito pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e SPC Brasil, em parceria com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) falou com 700 investidores em 2018. “O problema pode estar na falta de educação financeira e no desconhecimento de onde buscar informações para investir melhor”, disse Rogério Oliveira, coordenador do Centro de Estudos Comportamentais e Pesquisa da CVM, em entrevista ao Diário do Nordeste.

Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil, faz ressalvas em relação aos investimentos na poupança. “Mesmo que a poupança oferece maior liquidez e mais segurança, perde-se na comparação com outras opções de investimentos”, diz.

A poupança tem o seu valor, mas a Garín acredita que pode oferecer vários serviços que podem se adequar até mesmo ao investidor mais conservador. Conheça quais são as opções de investimento e alguns prós e contras:

Venture Capital

Venture capital, ou capital de risco, é uma classe de investimentos que ganhou destaque nos últimos anos. O potencial de ganho pode ser muito alto, já que normalmente consiste em comprar uma participação acionária de uma jovem empresa. O modelo mira startups que estão em fases de expansão (ou até mesmo que estão prestes a começar).

Por exemplo, a Garín tem o venture capital com blockchain, que está alinhado à tendências de duas maneiras: primeiro, ao utilizar o blockchain como tokens, o que permite aumentar a liquidez. Segundo, ao fazer uma pesquisa minuciosa do mercado para entender quais são as startups com maior chance de sucesso em médio-longo prazo — destacamos, HealthTecs, EduTechs e Fintechs.

Isentos

A poupança é um dos investimentos isentos do imposto de renda, mas há outras opções que podem render mais e que também são isentas. Há o CRI (Certificados de Recebíveis Imobiliários) e CRAs (Certificados de Recebíveis Agrícolas), títulos emitidos por instituições securitizadoras. O LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) são títulos emitidos por bancos — ambos rendem até 100% do CDI. Tem baixo valor de investimento, o que o torna acessível.

Fundos DI

Os fundos DI são fundos que investem no mínimo 95% do patrimônio em títulos públicos da SELIC. Esses títulos públicos são os mesmos investidos no Tesouro Direto e são pós-fixados: tem baixa volatilidade, considerado um investimento de baixo risco.

Debêntures

Falando de maneira simples, o debênture é um empréstimo que o investidor faz para a empresa de capital aberto. Ele representa uma dívida que a empresa tem com o investidor, que pode ser retornado em ações da empresa com os respectivos juros. Esse é um modelo de renda fixa e que pode render mais do que a poupança, mas que é de longo prazo.

Multimercado

Resiliência é a palavra dos fundos multimercado, que se tornou uma das melhores opções para quem quer diversificar seus ganhos e ter retorno mesmo em tempos de crise. A principal característica desse fundo é a possibilidade de operar vários ativos (ações, renda fixa, câmbio de moedas). Dessa forma, o gestor pode montar uma estratégia visando as tendências do mercado — e não fica dependente somente de um ou outro ativo.

Ações

Volátil e de renda variável, o mercado de ações é outra opção de investimento. Basicamente, ocorre a compra e venda de ações ou títulos que são pequenas fatias do capital de empresa. Quando alguém adquire uma ação, se torna um sócio da empresa. De acordo com a administração da companhia, as ações podem valorizar ou desvalorizar. O retorno pode ser alto, mas é um mercado volátil e que depende de uma série de variáveis.

A Garín conhece as diversas formas de investimentos disponíveis e sabe quais são as mais adequadas para atender à sua expectativa. Seja você um investidor de alto ou baixo risco, aqui nós temos a melhor solução para gerir seu capital, sem se limitar apenas ao senso comum. Venha nos visitar para conversarmos!

Rua Hungria, 664 - 12º andar
Jardim Europa - 01455-904
São Paulo - SP
Tel +55 11 3010-3234